Notícia

PLANEJAMENTO, GESTÃO E PATRIMÔNIO

Secretaria de Estado do Planejamento, Gestão e Patrimônio
Quinta, 01 Novembro 2018 20:13
EFICIÊNCIA

Estado inicia implantação de sistema para otimizar gestão patrimonial de Alagoas

Encontro promovido pela Seplag orientou representantes de órgãos para adesão à ferramenta de gestão

Legenda: Secretarias e órgãos receberão treinamentos para implementação da plataforma Legenda: Secretarias e órgãos receberão treinamentos para implementação da plataforma Minne Santos
Texto de Minne Santos

A partir de agora, o Governo de Alagoas contará com uma plataforma gratuita que deve trazer mais eficiência à gestão patrimonial do Estado. E foi justamente para alinhar as diretrizes sobre o assunto, que representantes de todos os órgãos e secretarias da Administração Direta e Indireta se reuniram, nesta quinta-feira (01), na Secretaria de Estado do Planejamento, Gestão e Patrimônio (Seplag).

Desenvolvido pela Superintendência de Gestão Patrimonial (SGP) da Seplag, o encontro teve como intuito a apresentação do URBEM, o software a ser adotado pelos gestores encarregados pelo patrimônio nos órgãos do Estado. De acordo com a assessora especial da SGP, Samya Albuquerque, a ferramenta vem para desburocratizar os processos e procedimentos dos setores envolvidos com o assunto.

“Há muito tempo nós estávamos lutando para a aquisição de um sistema que pudesse ser mais seguro e que atendesse às nossas demandas de forma mais assertiva. Agora, vamos alinhar conhecimentos e capacitar os órgãos para que estejamos todos integrados no sistema”, explica Samya.

IMG 4257

Com o auxílio da ferramenta, é possível ter um melhor controle do inventário do Estado, bem como gerar relatórios e acompanhar a transferência dos bens de forma rápida e atualizada.

“O URBEM vem para possibilitar que a gente faça uma melhor gestão patrimonial daqui para frente, tendo um controle mais aprofundado sobre os bens. Inicialmente, estamos trabalhando apenas com os bens móveis, mas, em breve, vamos fazer também um trabalho semelhante com os imóveis. Será muito mais fácil, por exemplo, visualizar os bens ociosos e que podem ter alguma utilidade para a máquina pública”, pontua a assessora.

De acordo com o secretário especial de Gestão e Patrimônio, Sérgio Figueirêdo, os órgãos e secretarias da máquina pública estadual já vêm fazendo um levantamento dos inventários a pedido da Secretaria e a, partir da semana que vem, receberão treinamentos que devem auxiliar no processo de implementação do sistema.

“Esse momento é de alinhar os nossos conhecimentos acerca da plataforma para que todos estejamos falando a mesma língua no que se refere à gestão patrimonial do Estado. O sistema é um ganho enorme para a administração pública sobretudo porque traz mais transparência e economicidade para o Governo. É mais um passo nosso no intuito de inovar e utilizar a tecnologia a favor do serviço público”, afirma o secretário.

Para acessar a plataforma e saber mais informações sobre o assunto, basta clicar aqui.