Notícia

PLANEJAMENTO, GESTÃO E PATRIMÔNIO

Secretaria de Estado do Planejamento, Gestão e Patrimônio
Segunda, 25 Março 2019 11:50
FORTALECIMENTO

Governo abre espaço para que empreendedores alagoanos compartilhem experiências

Projetos desenvolvidos no estado são apresentados para público diverso durante conferência de inovação

Joyce Nobre é uma das que teve a oportunidade de subir no palco principal do Teatro Gustavo Leite durante o MindTalk Extreme Joyce Nobre é uma das que teve a oportunidade de subir no palco principal do Teatro Gustavo Leite durante o MindTalk Extreme (Foto: Minne Santos)
Texto de Minne Santos

Já é senso comum que os caminhos para empreender são árduos e, muitas vezes, solitários. Quem se mete a fazê-lo, tem de estar pronto para uma série de desafios e, principalmente, para não deixar de acreditar, nem por um segundo, no potencial do seu trabalho, mesmo que as negativas, ao redor, sejam muitas e constantes.

Em Alagoas, esse cenário não é diferente, mas, aos poucos, tem se reconfigurado e sido estimulado por meios de iniciativas que visam, sobretudo, fomentar o pensamento empreendedor nas mais diversas áreas do estado. Um exemplo delas é o MindTalk, evento realizado na última semana pelo Governo de Alagoas que, desde a sua primeira edição, vem abrindo espaço para que empreendedores locais apresentem seus projetos e compartilhem vivências com o público.

Joyce Nobre é uma das que teve a oportunidade de subir no palco principal do Teatro Gustavo Leite durante a conferência, desenvolvida por meio da Secretaria de Estado do Planejamento, Gestão e Patrimônio (Seplag). Mãe e microempreendedora, ela comanda o negócio Flau Irmãs Nobre.

 Joyce Nobre, dona da empresa Flau Irmãs Nobre (Foto: Minne Santos)

“Depois de perder meu emprego, iniciei o negócio. Comecei a vender flau na porta da faculdade e não foi fácil. Nunca é fácil você sair da sua casa com uma caixa de isopor debaixo do braço para vender flau onde todo mundo te conhece. Mas eu me profissionalizei e, ano passado fui incentivada a participar de um prêmio nacional de empreendedorismo. Fiquei entre os finalistas e trouxe o segundo lugar para Alagoas, foi uma experiência única, uma alegria muito grande para mim e para outros empreendedores que se veem na minha situação”, conta Joyce.

A alagoana conta que estar entre os cerca de 70 palestrantes que integraram a segunda edição da maior conferência de inovação do estado é uma oportunidade de incentivar, cada vez mais, os empreendedores locais e até mesmo aquelas pessoas que ainda não se descobriram como um.

“Quando o exemplo é de alguém próximo a você, dentro da mesma realidade em que você vive em Maceió, é um estímulo ainda maior. Quando temos eventos que possibilitam que cases de pessoas simples possam motivar outras pessoas que podem estar passando pelas mesmas dificuldades, é maravilhoso, porque as pessoas se sentem encorajadas com algo real”, afirma.  

EMPREENDEDORISMO SOCIAL

Sururuzeiro da Lagoa Mundaú, o empreendedor social Carlos Jorge também apresentou seu trabalho no evento e contagiou o público com o projeto que vem mudando a rotina da população do Vergel. Coordenador do Instituto MandaVer, ele tem sido um dos principais responsáveis por levar inovação e empreendedorismo ao bairro.

 Carlos Jorge, empreendedor social do Instituto MandaVer (Foto: Minne Santos)

“Hoje, o Instituto MandaVer faz parte da Rede Gerando Falcões, que possui sede em São Paulo e é a maior referência em franquia social do Brasil. Em 2018, o projeto foi escolhido entre 200 ONG'S no Brasil pelo Programa VOA de Gestão, liderado pela AmBev. Também possui uma parceria com a Brazil Fundation, instituição internacional que acelera organizações sociais. Estamos levando o Vergel para todos os lugares, promovendo cidadania através da cultura, esporte, qualificação profissional e geração de renda”, explica Carlos.

Para ele, iniciativas como o MindTalk colaboram de forma significativa para o fortalecimento de um ecossistema favorável aos empreendedores locais.“Apesar das dificuldades da área, nós temos um cenário incrível para inspirar e motivar os empreendedores a promoverem as coisas extraordinárias que Alagoas tem. O MindTalk vem somando, abrindo espaço para que possamos falar, contar a nossa perspectiva, a nossa história e o que andamos fazendo. Isso mobiliza regionalmente e potencializa o que temos, causa uma sinergia com o empreendedorismo individual e coletivo”, esclarece o empreendedor.

Mais conhecido como mochileiro pela educação, o alagoano Tiago Silva, que também esteve presente no MindTalk, já percorreu 62 cidades brasileiras, distribuindo livros e levando a mensagem da educação que salva vidas. Segundo ele, o evento vem se mostrando muito importante na área de empreendedorismo social, já que oportuniza integração e debates sobre o tema.

“Aqui, a sociedade tem uma demonstração de uma vertente importante do empreendedorismo. Isso é essencial para que o nicho tenha uma voz, um espaço ainda mais consolidado no ambiente mercadológico e empreendedor de alagoas”, pontua.

De acordo com o secretário do Planejamento e Gestão, Fabrício Marques Santos, é imprescindível proporcionar momentos de integração entre os vários setores do estado para discutir temas como o de empreendedorismo, inovação e criatividade, de modo a fomentar um ambiente cada vez mais favorável a empreendedores locais.

"Alagoas conta com inúmeros projetos que têm desempenhado papel transformador na sociedade e que podem, inclusive, dialogar com políticas públicas nossas. Por isso, é essencial estarmos muito alinhados, integrados, com vistas a fortalecer o impacto social dessas iniciativas. Mas, sobretudo, precisamos dar visibilidade a esses projetos, fazer com que a sociedade civil, o setor público e o privado, que todos tomem conhecimento para que elas se multipliquem e tenham condições de avançar aqui no estado", afirma Fabrício Marques.