Notícia

PLANEJAMENTO, GESTÃO E PATRIMÔNIO

Secretaria de Estado do Planejamento, Gestão e Patrimônio
Sexta, 12 Abril 2019 14:53
ADMINISTRAÇÃO PÚBLICA

Modernização da gestão pública é prioridade para o Governo de Alagoas

A partir de parcerias, Secretaria do Planejamento tem buscado fomentar mudanças dentro da administração pública alagoana

Apresentado na última semana à imprensa, o aplicativo, entre outras coisas, busca uma redução no tempo de acesso das informações que são necessárias no momento em que um agente de polícia vai registrar uma ocorrência. Apresentado na última semana à imprensa, o aplicativo, entre outras coisas, busca uma redução no tempo de acesso das informações que são necessárias no momento em que um agente de polícia vai registrar uma ocorrência. Minne Santos
Texto de Igor Gouveia

Potencializar a modernização da administração pública alagoana é uma das principais metas da gestão atual do governo de Alagoas. Não é à toa, por exemplo, que a Secretaria de Estado do Planejamento, Gestão e Patrimônio (Seplag) tem trabalhado em diversas vertentes para alcançar esse objetivo.

Um exemplo recente foi a parceria que a pasta fez com a Secretaria de Estado da Segurança Pública (SSP) e com a Fundação de Amparo à Pesquisa de Alagoas (Fapeal). A ideia era implementar em Alagoas um aplicativo, nomeado como Quimera, que pudesse apoiar as atividades diárias das forças de segurança do estado, alinhando a tecnologia, dados atualizados e eficiência às buscas policiais.

“De modo geral, o Quimera, que está disponível unicamente para a utilização dos policiais alagoanos, integrou vários bancos de dados já disponibilizados pelo Estado com informações relevantes para a atuação dos agentes de segurança. É papel da Seplag apoiar os projetos de modernização da gestão pública que possibilitem mudanças significativas para a sociedade alagoana. Precisamos pensar em como desenvolver ferramentas que auxiliem os gestores e, principalmente, as tomadas de decisões feitas por eles”, explica o secretário titular da Seplag, Fabrício Marques Santos.

Apresentado na última semana à imprensa, o aplicativo, entre outras coisas, busca uma redução no tempo de acesso das informações que são necessárias no momento em que um agente de polícia vai registrar uma ocorrência. Com ele, os policiais podem consultar informações básicas, a exemplo de antecedentes criminais, de forma instantânea.

“Chegamos a um ponto dentro da administração pública em que é preciso pensar em soluções que contribuam com a melhoria efetiva da qualidade de vida da população. E essa melhoria perpassa diversos fatores como a própria segurança pública. A ideia é que essa parceria continue, pois já temos outras ações dentro desse projeto maior que, internamente, chamamos de Big Data”, reforça Fabrício.

Na área da Segurança, por exemplo, a disponibilização de bancos de dados fomentará o desenvolvimento de outras ferramentas e aplicações. Algumas delas já estão em fase de finalização como o Reages, que será um sistema voltado unicamente para a parte de socioeducação, e, também, o Alerta Celular, que permitirá ao dono de um celular furtado a solicitação imediata de bloqueio do aparelho.

Modernização

Engana-se, no entanto, quem pensa que esta é a única área em que a Secretaria tem direcionado seus esforços. Outro projeto bem sucedido que acaba integrando dados e processos administrativos é o Sistema Eletrônico de Informações, o SEI. Desde o ano passado, a ferramenta, que visa a melhoria da gestão de documentos unicamente pelo meio eletrônico, já está em implantação dentro do Estado.

“O SEI faz parte de um conjunto de iniciativas adotadas pelo Governo que culminam na modernização da gestão pública em Alagoas. Por meio dele, estamos ganhando cada vez mais agilidade, segurança da informação, transparência e produtividade. O serviço público vem se transformando e a população é a maior beneficiada disso tudo”, afirma Fabrício Marques Santos.

Para se ter uma ideia, mais de 50 órgãos, como a Polícia Militar de Alagoas (PMAL), a Procuradoria Geral do Estado (PGE) e a Controladoria Geral do Estado (CGE) já aderiram ao sistema, que, por conta de sua importância, passou a ser a principal ferramenta de edição e tramitação de processos administrativos dentro do Governo.

A expectativa, segundo o planejamento interno da Seplag, é que diversas outras novidades e projetos como o Guia de Serviços, sistema de agendamento para os usuários das Centrais Já!, entre outros, evoluam ainda neste ano.

“É um trabalho contínuo. Não se muda a realidade de um Estado de uma hora para a outra. É necessário fomentar iniciativas e, também, a utilização de dados que a máquina pública possui para que as ações de governo sejam, de fato, efetivadas. Parcerias são importantes e, por este motivo, continuaremos neste trabalho em prol da sociedade alagoana”, completa Marques.