Notícia

PLANEJAMENTO, GESTÃO E PATRIMÔNIO

Secretaria de Estado do Planejamento, Gestão e Patrimônio
Sexta, 30 Abril 2021 16:24
PREPARAÇÃO

Especialistas dão dicas para quem vai começar a estudar para o ciclo de concursos públicos de Alagoas

Certames desenvolvidos pelo Governo do Estado vão ofertar mais de 6 mil vagas para o quadro de pessoal do Executivo

Editais para os certames devem sair ainda nesse primeiro semestre (2) Editais para os certames devem sair ainda nesse primeiro semestre (2) Minne Santos
Texto de Minne Santos

Desenvolvido pelo Governo de Alagoas, por meio da Secretaria de Estado do Planejamento, Gestão e Patrimônio (Seplag), o ciclo de concursos vai ofertar mais de 6 mil oportunidades de emprego no serviço público alagoano. Com os editais prestes a serem divulgados, o momento é cada vez mais de preparação. No entanto, para muita gente, a pergunta que já vem circulando pela cabeça ultimamente é: por onde começar?

De acordo com especialistas da área, quem vai entrar agora na jornada de estudos não tem motivos para se desesperar. Nesse período, o mais importante é focar em algumas estratégias que podem fazer com que o candidato estabeleça uma rotina de aprendizagem e esteja cada vez mais próximo da aprovação.

Para a chefe de ensino integrado da Secretaria de Segurança Pública e docente do Centro de Formação e Aperfeiçoamento de Praças da Polícia Militar de Alagoas, Joyce Oliveira, existem dois tipos de concurseiros iniciantes: aquele que já sabe a área em que quer atuar, por vocação definida, e aquele que não tem uma área específica, que busca apenas uma aprovação por motivos de estabilidade.

“No primeiro caso, minha dica é: observe os últimos editais que a banca fez na área que é o seu foco e faça um cronograma de estudos baseado nesses últimos editais. Já para o segundo tipo de concurseiro, é importante buscar um preparatório básico para concursos, eles contemplam as disciplinas comuns que caem na maioria dos certames”, explica ela.

Para ambos os casos, a professora, que também atua em cursos preparatórios da área, indica que os candidatos tentem, a cada 15 dias, fazer simulados e testar o desempenho como se estivessem no dia da prova, avaliando, principalmente, o tempo estimado de duração dela.

“Responda questões constantemente, tenha um caderninho de erros e perguntas e volte à teoria sempre que achar necessário. Faça também resumos e mapas mentais. Quando você ler, escreva e explique o que aprendeu, assim, massifica o assunto na mente”, pontua Joyce.

Foco nos estudos e na saúde mental

Também especialista na área de preparação para concursos, Victor Tanaka explica que o primeiro passo para quem está começando a estudar é buscar entender de forma mais aprofundada o processo de um concurso, desde os primeiros trâmites até o final, bem como as suas áreas.

“Tire também uma semana ou duas pra entender como funcionam os estudos para esse tipo de seleção, assista a depoimentos de aprovados, escute professores da área.  Depois, execute o planejamento que você fez. Muitos têm dificuldades porque são excessivamente perfeccionistas e querem ter um planejamento perfeito para estudar, mas o planejamento é dinâmico e você vai aprimorando. Execute e, assim, você vai entender seus pontos fracos e como deve ajustá-los”, ressalta Tanaka.

Aprovado em diversos certames na área fiscal, ele reforça que é importante, sobretudo, cuidar da saúde mental: ponto imprescindível para quem quer ter resultados positivos em qualquer processo seletivo.

“Mantenha o foco nos estudos e no controle emocional. O estudo para concurso não é fácil e a gente precisa ter muita saúde mental para lidar com isso. É importante relembrar sempre os motivos que te fizeram começar a estudar e as pessoas que estão te apoiando, é uma forma de trazer mais gás nesse processo”, afirma Victor.  

Para quem vai se preparar, o ciclo de concursos do Governo de Alagoas contará com certames em áreas como a da Educação, da Saúde, da Procuradoria Geral do Estado, da Ressocialização, da Fazenda, do Corpo de Bombeiros Militar do Estado, da Polícia Militar e da Civil. A previsão é que os editais dos certames sejam divulgados ainda neste primeiro semestre e que as nomeações ocorram entre o final de 2020 e o início de 2021.