Notícia

PLANEJAMENTO, GESTÃO E PATRIMÔNIO

Secretaria de Estado do Planejamento, Gestão e Patrimônio
Quarta, 25 Agosto 2021 23:05
ALAGOAS MAIS DIGITAL

Governo de Alagoas envia à ALE projeto que prevê investimentos de US$ 25 milhões na agenda de Transformação Digital

PL visa assegurar implementação de iniciativas voltadas ao aprimoramento dos serviços públicos alagoanos

Publicação foi divulgada no DOE desta quarta (25) Publicação foi divulgada no DOE desta quarta (25) Minne Santos
Texto de Minne Santos

O Governo do Estado enviou à Assembleia Legislativa de Alagoas (ALE) um Projeto de Lei que visa garantir a autorização de US$ 25 milhões de investimentos na agenda de Transformação Digital dos serviços públicos. Publicado no Diário Oficial (DOE) desta terça-feira (25), o PL tem o intuito de assegurar a implantação do Programa Alagoas Mais Digital, que deve subsidiar iniciativas de modernização da gestão em todo o Executivo alagoano.

De acordo com o documento, a operação, caso aprovada, será realizada por meio do Banco Interamericano de Desenvolvimento (BID) e contará com a garantia da União. Elaborado por meio da Secretaria de Estado do Planejamento, Gestão e Patrimônio (Seplag), o projeto deve contar com uma linha de crédito no valor de US$ 15 milhões de empréstimo e US$ 10 milhões viabilizados com recursos próprios. 

“Sendo autorizado pela Assembleia, o PL terá um impacto transformador na gestão pública alagoana e, sem dúvidas, vai ser um divisor de águas no processo de democratização do acesso aos serviços públicos. Essa é uma agenda prioritária para o Estado e uma grande entrega para a sociedade alagoana”, afirma o secretário titular da Seplag, Fabrício Marques Santos.

Por meio do programa Alagoas Mais Digital, que terá duração de cinco anos, a administração pública prevê a implementação de diversos projetos voltados para o aprimoramento da governança da Transformação Digital no Estado. A expectativa é que, com a autorização do crédito, o Governo de Alagoas economize cerca de US$ 20 milhões de dólares até 2026 e que, até 2031, garanta uma economia de cerca de 76 milhões de dólares na entrega de serviços públicos.

“Esse programa é a principal ação estruturante para o desenvolvimento do Governo Digital no Estado e, através do BID, contaremos com o auxílio da instituição que tem a maior capacidade técnica no tema em todo o mundo para realizarmos essa implantação”, pontua o superintendente de Modernização da Gestão da Seplag, Thiago Ávila.

Segundo ele, o projeto tem componentes voltados às áreas de gestão pública, educação e saúde. Serão desenvolvidas, entre outras coisas, iniciativas que visam à modernização do parque tecnológico e o uso de soluções de nuvem para os principais sistemas do governo, à implantação de um centro de cibersegurança do Estado, bem como à ampliação de mecanismos focados na oferta de serviços digitais.  

“Além disso, teremos operações voltadas para a educação, como para a melhoria da conectividade escolar, e também para a saúde, como uma proposta pioneira que prevê o monitoramento tecnológico de pacientes”, explica o superintendente.

A expectativa, a partir de agora, é que o projeto seja aprovado pela Assembleia Legislativa. Após a sanção do PL, o Governo de Alagoas deve finalizar as negociações da operação de crédito junto ao BID e ao Governo Federal.