Notícia

PLANEJAMENTO, GESTÃO E PATRIMÔNIO

Secretaria de Estado do Planejamento, Gestão e Patrimônio
Terça, 19 Maio 2020 20:39
TELETRABALHO

Governo de Alagoas segue realizando pesquisa por telefone com servidores estaduais

Ligação automatizada visa auxiliar no enfrentamento ao coronavírus; sigilo das informações prestadas é garantido

Ação visa traçar um perfil das necessidades e das condições de trabalho dos servidores durante a pandemia Ação visa traçar um perfil das necessidades e das condições de trabalho dos servidores durante a pandemia Foto: Minne Santos
Texto de Minne Santos

Em decorrência da pandemia de coronavírus, o Governo de Alagoas continua a telefonar para os servidores públicos ativos do Executivo no intuito de reunir dados referentes às recomendações sanitárias e à situação de teletrabalho de cada um deles. A ligação, que é automatizada, acontece sempre em horário comercial, por meio do número 3215-4500.

Desenvolvido pela Secretaria de Estado do Planejamento, Gestão e Patrimônio (Seplag) e pelo Instituto de Tecnologia em Informática e Informação do Estado (Itec), o questionário da pesquisa é rápido de se responder e visa traçar um perfil das necessidades e das condições das quais os servidores dispõem para o bom andamento do teletrabalho nos órgãos e entidades da máquina pública alagoana.

“Iniciamos a pesquisa no final de abril e estamos dando continuidade, telefonando para as pastas que ainda não foram chamadas e retornando a ligação para servidores que não puderam atender em um momento anterior. O engajamento de todos é essencial para que tenhamos uma base de dados alinhada à realidade de cada um durante a pandemia”, ressalta o secretário do Planejamento e Gestão da Seplag, Fabrício Marques Santos.

A Seplag explica que, apesar de não ser obrigatório, é importante informar o CPF durante a pesquisa para que o Estado possa oferecer o suporte que identificar como necessário ao servidor em questão. Além disso, a pasta reforça que o funcionalismo deve atentar para o número chamador 3215-4500 e não repassar informações pessoais a qualquer outro.

“Estamos muito integrados com todas as secretarias para que consigamos fortalecer o modelo de teletrabalho de forma assertiva enquanto perdurar a situação de emergência provocada pelo coronavírus. As respostas dessa pesquisa vão nos auxiliar a fazer esse movimento em larga escala e com um bom panorama das especificidades dos nossos servidores”, pontua o titular da Seplag.

A implementação do teletrabalho atende ao Decreto Estadual n° 69.541 e visa resguardar não só a saúde dos servidores públicos alagoanos, mas também de toda a sociedade civil. A medida está sendo realizada por meio de Instrução Normativa publicada na edição suplementar do Diário Oficial do dia 23 de março.